Ligação Direta - Notícias
Salvador, 13 de Dezembro de 2018

Quartas de final da Libertadores prometem faísca entre campeões

Grêmio será o primeiro a entrar em campo nesta terça-feira - Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro iniciam a disputa das quartas de final da Libertadores, nesta semana, em duelos disputados fora de casa e que contarão com a vídeo-arbitragem (VAR).

O atual campeão será o primeiro a entrar em campo, na terça-feira, 18, contra o surpreendente Atlético Tucumán. Já a Raposa visita o mítico estádio La Bombonera para enfrentar o Boca Juniors, na quarta, 19, enquanto o Verdão viaja para encarar o Colo-Colo na quinta, 20.

Além dos duelos com brasileiros, a eliminatória conta com o clássico argentino entre Independiente e River, que juntos somam 10 títulos da principal competição continental.

Velhos conhecidos

Boca e Cruzeiro são velhos conhecidos na Libertadores, desde que os argentinos superaram o time mineiro na decisão de 1977.

Os xeneizes, que chegaram à esta fase da competição aos trancos e barrancos, se fortaleceram nesta semana com uma vitória sobre o Argentinos Juniors (1-0) no campeonato local. A Libertadores tira o sono da equipe.

Mas o duelo na Bombonera será contra um time copeiro, com tradição em competições de mata-mata. O Cruzeiro busca o tricampeonato e investiu alto para alcançar o objetivo nesta temporada, mas vem de empate sem gols no clássico contra o Atlético Mineiro no Brasileirão.

A principal dúvida do técnico Mano Menezes é saber se vai poder contar com o uruguaio Arrascaeta, uma das principais armas ofensivas do time e que se recupera de pancada na coxa esquerda.

Felipão quer revanche

Luiz Felipe Scolari tem a missão de voltar a conquistar a América com o Palmeiras, para apagar de vez a mancha da derrota por 7 a 1 para a Alemanha na Copa do Mundo do Brasil.

O duelo vai ser contra o Colo-Colo, que conta com o meia Valdívia. Vai ser o primeiro reencontro do jogador com o Palmeiras, onde conquistou duas Copas do Brasil e um Campeonato Paulista.

O Verdão entra como favorito, depois de fazer a melhor campanha da fase de grupos e contar com um dos mais recheados elencos da competição. No entanto, Felipão não vai poder contar com Felipe Melo e Deyverson, que foram expulsos na partida de volta contra o Cerro Porteño nas oitavas de final.

Difícil defesa de título

O Atlético Tucumán surpreendeu ao eliminar o poderoso Atlético Nacional de Medellín nas oitavas. Agora, o humilde clube do norte da Argentina tem a missão de buscar derrubar outro gigante, o Grêmio, atual campeão do torneio.

O Tricolor Gaúcho venceu o Paraná por 2 a 0 com time reserva, no Brasileirão, poupando os jogadores para o duelo continental. Mas a vaga nas quartas ficou por um triz, e só foi garantida com gol nos acréscimos contra o Estudiantes argentino.

Já os tucumanos apostam no maior jogo de sua história para surpreender os comandados de Renato Gaúcho e companhia. A equipe vem de vitória por 3 a 0 sobre o Tigre, com três gols de Luis Miguel Rodríguez.

Clássico argentino

Sob o comando de Marcelo Gallardo, o River se tornou especialista em mata-matas, com o título da Libertadores 2015. Por outro lado, nos quatro anos de comando da equipe, os millonarios não levantaram nenhum troféu no futebol local.

Seu adversário, maior campeão da história da Libertadores com sete títulos, encerrou a seca de conquistas com a Copa Sul-americana. A equipe comandada por Ariel Holan despachou o Flamengo e confirmou o título em um Maracanã lotado.

VAR nas quartas

A vídeo-arbitragem volta à Libertadores nas quartas de final desta edição, depois de ser utilizada pela primeira vez na competição nas semifinais de 2017.

Estadão // AO

Postado em 17 de Set 2018 as 16 : 38 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados