Ligação Direta - Notícias
Salvador, 19 de Maio de 2019

Convenção do DEM em “puxadinho” teve gafe, egos por 2020 e ódio ao PT

 

[Convenção do DEM em â??puxadinhoâ? teve gafe, egos por 2020 e ódio ao PT]

 

Ailiados ao Democratas na Bahia reuniram-se em um dos menores auditórios do Hotel Fiesta, no Itaigara, em Salvador, nesta quinta-feira (25), para a convenção estadual que selou o nome do deputado federal Paulo Azi como no presidente.

No puxadinho, coube gafe, egos pela disputa da prefeitura de Salvador em 2020 e uma evidente “Neto-dependência” nas projeções do partido para as eleições pelo governo da Bahia em 2022.

Em encontros anteriores, a legenda reservou um auditório mais amplo, como aconteceu nos atos em torno da candidatura de Zé Ronaldo ao governo em 2018. 

No calor dos discursos, o deputado federal Arthur Maia colocou Leo Prates, deputado estadual licenciado e secretário da Sempre, de volta à vereança. 

"Quero saudar aqui Leo Prates, presidente da Câmara Municipal de Salvador...", disse, sendo interrompido pelos risos da plateia. Informado sobre o novo posto do carlista, fez a correção.

Ventilado nos bastidores como plano B ao nome de Bruno Reis, Leo Prates disse que é natural a primeira menção ao vice-prefeito, mas sustentou que está “à disposição do grupo”. Mantém-se na briga. Bruno Reis esquivou do tema. Trabalha para usar a munição na hora certa. 

Para animar o baile, Alan Sanches, deputado estadual, entrou no jogo e quer uma fatia da majoritária como vice de Bruno Reis.

Tambem houve espaço para reclamações. Em um momento #muitosincero, o vereador Maurício Trindade declarou toda sua insatisfação com o nome de Bruno Reis para a prefeitura de Salvador e assumiu seu lado 100% Leo Prates para o posto.

A unanimidade aparente entre os demistas é pela pré-candidatura de ACM Neto ao governo baiano daqui a quatro anos. A legenda encolheu-se a uma escolha óbvia e volta a ficar à mercê da decisão unilateral do seu cacique maior.

Neto seguiu o fluxo e fez discurso de campanha. Prometeu “oposição corajosa” e provocou gritos de “Fora PT”. Quando questionado pelos jornalistas sobre o assunto, disse que seria “irresponsabilidade” tratar de questões futuristas. 

Nomes de outras legendas acompanharam o alarido demista, como o vereador Kiki Bispo, que por sinal foi a estrela do evento. Comenta-se que foi o seu ato de filiação ao DEM.

Também marcou presença o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Geraldo Jr (SD), que compõe a base de Neto, mas ensaia candidatura independente para 2020. Geraldo assistiu à performance de Neto da lateral do palanque. Ao final, abraçou o prefeito e ovacionou seu discurso. Neto correspondeu com um beijo no rosto do presidente do Legislativo soteropolitano.

 

BNwes// Figueiredo

Postado em 26 de Abr 2019 as 05 : 03 : 01

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados