Manifestação
Compartilhar

Parentes e amigos de barbeiro morto a tiros em bar de Salvador realizam protesto

23 de fev - 16h58 |

Parentes e amigos de barbeiro morto a tiros em bar de Salvador realizam protesto

Foto: reprodução/TV Bahia

 

Familiares e amigos do barbeiro assassinado a tiros em um bar do Imbuí, em Salvador, em janeiro deste ano, iniciaram um protesto em frente à sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), nesta terça-feira (23).

Os manifestantes exibem cartazes, reivindicando que a Justiça decrete a prisão preventiva do advogado José Geraldo Lucas Júnior e do amigo dele. Os dois estão presos temporariamente. A esposa do barbeiro Lucas Souza de Araújo, Marisa Monteiro, estava no protesto e pediu por Justiça. 

“A gente veio pedir a prisão preventiva dele, na qual a gente foi bastante feliz em saber que o pedido está na mão do juiz, e está esperando a assinatura dele para decretar que tanto Geraldo, quanto Jean, serão presos definitivamente pelo crime que cometeu”, disse.

A morte de Lucas completa 30 dias nesta quarta-feira (24). O advogado da família da vítima, Marcos Rodrigues, explicou a importância de pedir a prisão preventiva dos suspeitos pelo crime. “Eles estão presos temporariamente, uma prisão que tem prazo de 30 dias. A autoridade policial pode requerer a prorrogação por 30 dias, mas esse inquérito foi finalizado e o Ministério Público opinou favoravelmente pela decretação da prisão preventiva. O MP ofereceu denúncia para que o juiz receba, e nessa oportunidade, decrete a prisão. Ele vai deixar de ser um acusado para ser réu. É uma prisão que não tem prazo” explicou.

O crime

Lucas foi morto a tiros no final da noite do dia 24 de janeiro. Ele estava no bar, acompanhado da esposa, do irmão e da cunhada. No momento em que a companheira e a cunhada foram ao banheiro, o advogado José Geraldo e um amigo assediaram as duas mulheres.

Lucas viu e foi tirar satisfação com o suspeito. Momentos depois, o dvogado caminhou até a mesa em que Lucas estava com a família e iniciou um tumulto e atirou nele. Câmeras de segurança registraram o momento do crime.

 

Fonte: G1 Bahia//LC
 

Relacionadas