Notícias

Rui Costa diz que busca negociar vacinas da Pfizer e Sputnik V

24 de fev - 08h45

O governador Rui Costa afirmou nesta terça-feira, 23, que já busca comprar vacinas da contra a Covid-19 para a Bahia, após o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) referendar decisão liminar anterior do ministro Ricardo Lewandowski.
Há reunião virtual marcada essa semana com a Pfizer, cujo registro definitivo foi aprovado nesta terça pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além disso, o governador tenta agendar uma conversa com os fabricantes da vacina russa Sputnik V.
"A decisão do STF espaço para que a gente corra atrás da vacina. Desde o final de semana passado, estava buscando articulação para retomar [as negociações]. Ninguém ia ficar com vacina estocada esperando o Brasil. Em dezembro, anunciei que tinha um pré-contrato com a vacina russa. Ofereci ao governo federal, disse que abriria mão e eles poderiam comprar", disse o chefe do Executivo estadual, em transmissão nas redes sociais.
O Supremo autorizou a compra e distribuição de vacinas contra a Covid-19 por estados e municípios sem o aval da Anvisa. Conforme a decisão, os entes federativos podem negociar imunizantes aprovados por órgãos reguladores da Europa, Estados Unidos, Japão ou China, caso a Anvisa não autorize o uso em até 72 horas após os pedidos dos laboratórios.

AT//IF

Notícias Relacionadas

DPP usa redes sociais para auxiliar na busca de desaparecidos

Facebook, Instagram e WhatsApp estão sendo utilizados

11 de mai - 22h55

Carga de gados roubada é encontrada em zona rural da Bahia

A carga foi roubada em Sergipe

11 de mai - 14h58

Em carta aberta, entidades de eventos pedem volta às aulas presenciais na Bahia

A carta foi divulgada nesta segunda (10) nas redes sociais

11 de mai - 14h45

Tremor de terra volta a ser registrado em Jacobina

Esse é o quinto registro só este ano na cidade

10 de mai - 18h46

Kartódromo Ayrton Senna vai alojar ambulantes da praia de Ipitanga por 180 dias

A prefeitura de Lauro de Freitas chegou a um acordo com a Associação Baiana de Kart (ABK), que a permite usar o Kartódromo Ayrton Senna por 180 dias

10 de mai - 17h50