Notícias

Novas medidas restritivas são adotadas em toda a Bahia a partir desta sexta-feira (26)

25 de fev - 14h01

Foto: divulgação/Secom

 

O anúncio do lockdown em toda a Bahia, a partir das 17h desta sexta-feira (26), trouxe centenas de dúvidas para quem mora nas cidades afetadas. O governador Rui Costa (PT) disse que detalhes estarão no decreto que será publicado ainda nesta quinta (25).

De antemão, o gestor estadual ressaltou que, durante o dia, haverá transporte normal. "Não haverá transporte público nesse horário do toque de recolher. Durante o dia, haverá transporte normal. Não será permitido funcionamento em nenhum horário de bar e restaurante, exceto por delivery, que estamos esticando até 0h e o dono do restaurante é obrigado depois a levar em serviço próprio a pessoa que trabalha para casa", afirmou.

Ainda no mesmo sentido, o prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinícius, sustentou que o transporte por ferry-boat e lanchinhas estarão proibidos durante o lockdown. 

Ainda até a manhã de segunda (1), a venda de bebidas também será proibida. "Há unanimidade de que a bebida é o que provoca aglomerações em bares, esquinas e botecos. Será proibida mesmo nos mercados a comercialização de bebida alcoólica", disse o governador. 

Preocupado com o inchaço no sistema de saúde, Rui Costa informou ainda a suspensão das cirurgias não essenciais também para os leitos privados. "Não faz sentido os hospitais estarem programando cirurgias não essenciais nesse momento. Eles têm que disponibilizar mais leitos. Estamos recebendo muitos pacientes com plano de saúde", acrescentou o chefe do Executivo Estadual. 

Outra dúvida surge em relação às partidas de futebol. "Para evitar aquelas imagens de torneio de futebol de comunidades com muitas pessoas aglomeradas. Precisamos dar um choque de distanciamento, esse é o objetivo, e consiga reduzir a pressão sob o sistema de saúde". O Campeonato Baiano e Copa do Nordeste, que o Governo da Bahia, chegou a cancelar, estão mantidos por enquanto. 

FISCALIZAÇÃO

O petista também falou sobre as consequência para quem não cumprir o lockdown. A pessoa poderá responder criminalmente, por se tratar de crime contra a saúde, previsto em lei.

Ele destacou que não é intenção do decreto "encher as prisões" e que o toque de recolher que começou no domingo tem sido cumprido com poucos incidentes pelo estado. "Até aqui contamos com colaboração diria que de 99.99% das pessoas. Os casos de descumprimento foram pontuais", disse Rui, afirmando que o policiamento será feito de "forma intensa". "Estaremos com a força máxima de policiamento nas ruas".

 

Fonte: Aratu On//LC
 

Notícias Relacionadas

DPP usa redes sociais para auxiliar na busca de desaparecidos

Facebook, Instagram e WhatsApp estão sendo utilizados

11 de mai - 22h55

Carga de gados roubada é encontrada em zona rural da Bahia

A carga foi roubada em Sergipe

11 de mai - 14h58

Em carta aberta, entidades de eventos pedem volta às aulas presenciais na Bahia

A carta foi divulgada nesta segunda (10) nas redes sociais

11 de mai - 14h45

Tremor de terra volta a ser registrado em Jacobina

Esse é o quinto registro só este ano na cidade

10 de mai - 18h46

Kartódromo Ayrton Senna vai alojar ambulantes da praia de Ipitanga por 180 dias

A prefeitura de Lauro de Freitas chegou a um acordo com a Associação Baiana de Kart (ABK), que a permite usar o Kartódromo Ayrton Senna por 180 dias

10 de mai - 17h50