Notícias

Brasil atinge marca de 400 mil mortes pela Covid-19

29 de abr - 16h32

Sepultamentos de vítima de Covid-19 no Cemitério Vila Formosa (SP): circulação da variante do coronavírus que emergiu na Amazônia em novembro de 2020 aumenta no país Foto: Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo/25-3-2021

A tragédia da Covid-19 no Brasil não é visível apenas na impressionante marca, atingida nesta quinta-feira (29), de 400.021 óbitos, segundo o consórcio dos veículos de imprensa. Em meio a falta de vacinas e um governo questionado em CPI por sua ação na pandemia, o peso do novo coronavírus sobre o sistema de saúde também surge em outro indicador — uma em cada cinco mortes notificadas no país (21,7%) desde março do ano passado é decorrente da doença.

400 mil mortos:  veja o drama da família Lira, que perdeu cinco pessoas para a Covid-19 durante a crise do oxigênio no Amazonas

O índice foi calculado a partir de dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), entidade que representa todos os cartórios do país. A primeira morte provocada pela pandemia, segundo registros oficiais, ocorreu no dia 17 de março do ano passado. Desde aquele mês, o Brasil contabilizou 1.843.281 óbitos totais. A associação assinala que os cartórios são responsáveis pelo fornecimento de dados — e o número, portanto, pode estar defasado — mas a relação de um quinto deve permanecer.

Fonte: O Globo

MC

Notícias Relacionadas

Brasil inicia vacinação à delegações dos Jogos Olímpicos de Tóquio

A ação, que começou nesta sexta-feira (14), é resultado de um trabalho realizado pelo Comitê Olímpico e Paralímpico do Brasil e os Ministérios da Saúde, Defesa e da Cidadania

14 de mai - 16h09

Em depoimento, Flordelis aponta interesses políticos e financeiros na morte do marido

A deputada reafirma a sua inocência no crime

14 de mai - 14h19

Butantan paralisa produção de vacinas por falta de insumos

A entrega de insumos já sofreu outros atrasos semelhantes

14 de mai - 12h30

Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar o auxílio emergencial

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h

14 de mai - 07h30