Notícias

Ministério queria fazer testagem em massa, diz Mandetta em CPI da Covid

04 de mai - 12h10

Por: Alexandre Galvão

Ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta afirmou, nesta terça-feira (4), durante depoimento na CPI da Covid-19, no Senado Federal, que a sua gestão queria fazer testes em massa para detectar o novo coronavírus. A ideia, porém, não foi adotada por seu sucessor, Nelson Teich. 

“No mês de março iniciamos a compra de 24 milhões de testes, tem que processar os testes, fizemos um pool de laboratórios para construir lógica de testagem, entrega de resultados, mas isso só foi recebido pelo ministro Teich. Eu soube que essa estratégia não foi utilizada. Testar para separar os infectados era nossa estratégia”, afirmou. 

Mandetta disse ainda que, à sua época, não se falavam ainda em vacinas. “Eu torcia muito, mas estava numa fase muito inicial”, lembrou.

Notícias Relacionadas

Rodrigo Maia diz que caráter de ACM Neto é menor que sua altura

Ex- presidente da câmara e aliado, ataca ACM com comentários em rede social

14 de mai - 18h34

Ministério da Saúde assina compra de 100 milhões de doses da Pfizer

Até o fim do ano o Brasil deve receber 200 milhões de doses de imunizantes da farmacêutica

14 de mai - 17h46

ACM Neto alfineta Dória após saída do vice-governador de São Paulo do Democratas

Rodrigo Maia rebate ACM chamando-o de “oportunista”

14 de mai - 17h09

Vereadora trans de Niterói deixa o país após ser alvo de ameaças

Benny Briolly recebeu diversas ameaças, inclusive de morte

14 de mai - 16h25