Política
Compartilhar

Candeias: prefeitura emprestou respiradores superfaturados, aponta CGU 

Foto: Divulgação | Por Alexandre Galvão no dia 11 de jun - 11h31

A Controladoria-Geral da União (CGU), que participou da operação nesta sexta-feira (11) em Candeias, afirma que a prefeitura emprestou sete dos oito respiradores comprados com sobrepreço durante a pandemia causada pelo coronavírus. Hoje, a sede da prefeitura e a casa do prefeito Dr. Pitágoras (PP) foram alvos de incursões da CGU e da Polícia Federal. Segundo a gestão municipal, o alvo da operação foi a mulher do prefeito, Soraia Matos Cabral, ex-secretária de Saúde. 

Segundo a CGU, o empréstimo de respiradores aponta que não havia necessidade de compra por parte do município. A mesma empresa também foi contratada para fornecer máscaras descartáveis tripla camada e máscaras N95 por meio de outra dispensa de licitação irregular. O prejuízo aos cofres públicos, proveniente das irregularidades, é de R$ 801 mil. 

Em 2020, Candeias foi contemplado com mais de R$ 5 milhões do Governo Federal para ações de enfrentamento ao novo coronavírus. Além do desvio de recursos, a aquisição de ventiladores pulmonares, sem o devido planejamento, “resultou no gasto de uma grande quantia que poderia ter sido aplicada em medidas mais eficazes para evitar o avanço da pandemia, uma vez que, na data da contratação, o município possuía apenas um caso confirmado de Covid-19”.

Relacionadas

Assista no Youtube

Entrevista com o secretário de Manutenção de Salvador, Luciano Sandes

21 de jun - 08h09