Bahia
Compartilhar

Sindicato dos professores mantém decisão de não retornar aulas presenciais na rede estadual

Por Marina Araújo no dia 13 de jul - 15h43 | Foto: Reprodução

Sindicato dos professores mantém decisão de não retornar aulas presenciais na rede estadual

O Sindicato dos Professores (APLB-BA) vai manter a decisão de não retornar as aulas presenciais na Bahia. Em contato com o LDNotícias, nesta terça-feira (13), o coordenador-geral da Associação dos Professores Licenciados do Brasil, Rui Oliveira afirmou que a categoria “não pretende retornar”, mesmo com a decisão do governo do estado para que a rede pública retome as aulas em formato híbrido. 

Nesta terça, o governador Rui Costa deve anunciar a data de retorno durante o Papo Correria, live transmitida pelas redes sociais. “Nós não fomos consultados em nada. Se ele pretende anunciar, sem nos comunicar, já é um problema. Esperamos que o bom senso prevaleça. Se eles nos tratarem dessa forma, receberão o mesmo tratamento. A nossa luta pela vida, segue! Nossa posição é retornar após 15 dias da segunda dose aplicada em 100% da categoria”, rebateu o coordenador.

Em relação à estrutura das escolas para este retorno, Oliveira rebateu a declaração do subsecretário estadual da Educação, Danilo Souza, que, em entrevista ao Ligação Direta, da rádio Salvador FM, nesta segunda (12), afirmou que mais de 90% das escolas estão com estrutura para esse retorno. Entretanto isso é de desconhecimento do sindicato. “Quem garante? Alguém fez essa inspeção? Não temos conhecimento da entidade que fez essa vistoria. Não pretendemos voltar, essa é a nossa posição”, finalizou o coordenador-geral da APLB.

O Papo Correria acontece nesta terça-feira (13), a partir das 18h30, nos perfis oficiais do governador no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. A compra da vacina russa Sputnik V também será abordada no bate-papo virtual com Rui Costa.

Relacionadas