Salvador
Compartilhar

Após repercussão do vídeo de homem que recusa vacina, Bruno Reis diz que prefeitura não prevê punição

Por Redação LDNotícias no dia 30 de jul - 10h23 | Foto: Alexandre Galvão/ LDNotícias

Após repercussão do vídeo de homem que recusa vacina, Bruno Reis diz que prefeitura não prevê punição

Com a repercussão do vídeo do homem que se recusou a tomar o imunizante CoronaVac no drive thru da Arena Fonte Nova na última quinta-feira (29), o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM) condenou a prática, mas disse que a prefeitura não irá punir quem recusar vacinar-se. 

“Condenamos essa prática. Lamentamos. Não tem nenhuma definição tomada quanto a punição, mas a gente condena esse tipo de prática”, afirmou o prefeito em coletiva de imprensa no Centro Histórico da capital.

Bruno ainda informou que Salvador já tem quase 70% da população do público-alvo vacinado com a primeira dose, restando menos de 300 mil pessoas para serem vacinadas.

“O momento exige um compromisso de todos, que é acelerar o processo de vacinação. Quando chegou o meu dia de vacinar, eu fiz questão de tomar a vacina que tinha a menor aceitação disponível, para justamente dar exemplo, tentar sensibilizar as pessoas. Mas a Prefeitura não tem em mente punir quem não quiser tomar vacina”, reforçou.

Relacionadas