Esporte
Compartilhar

Cristiano Rocha é oficializado como treinador da seleção brasileira feminina de handebol

Por Redação LDNotícias no dia 14 de out - 15h01 | Foto: Reprodução / Redes Sociais

Cristiano Rocha é oficializado como treinador da seleção brasileira feminina de handebol

A permanência de Cristiano Rocha como técnico da seleção brasileira feminina de handebol foi oficializada pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), nesta quarta-feira (13). A decisão levou em conta a sua experiência à frente do time em quase todas as categorias de base.

Durante sua trajetória, ele colecionou inúmeros títulos e contribuiu na formação de atletas que poderão fazer parte do processo de renovação para os Jogos Olímpicos de 2024, em Paris.

Foi no comando de Cristiano que a equipe brasileira conquistou o Sul-Centro Americano de forma invicta, vencendo a Argentina, no último sábado (9), no Paraguai. O desempenho levou a equipe ao Mundial, que acontecerá no final do ano.

“Todo mundo sonha em ser técnico da seleção brasileira e para mim não é diferente. Acredito que estou preparado e motivado para fazer o melhor pelo nosso País”, afirmou o técnico.

Cristiano Rocha foi auxiliar técnico do dinamarquês Morten Soubak e do espanhol Jorge Dueñas, durante as duas últimas Olimpíadas.

Ele quer que o grupo volte a ter o destaque que tinha, quando foi campeã mundial, em 2013. “O principal desafio é fazer o Brasil brigar novamente pelas primeiras colocações nas principais competições internacionais e, claro, classificar para os Jogos Olímpicos”.

O presidente da CBHb, Felipe Casão defende a permanência do treinador no time feminino. “Cristiano é um dos grandes técnicos da sua geração, com vários títulos nacionais e um trabalho consolidado nas seleções de base há quase uma década. Ainda destacamos seu profundo conhecimento do handebol brasileiro de norte a sul. Ele é o nome certo para comandar o processo de renovação que vai ser desenvolvido neste novo ciclo olímpico, mesclando com a experiência das nossas atletas remanescentes”, enfatizou.

Relacionadas