Bahia
Compartilhar

OAB pede que Justiça decrete sigilo em caso de advogado acusado de matar namorada

Por Alexandre Galvão no dia 19 de out - 20h08 | Foto: Divulgação

OAB pede que Justiça decrete sigilo em caso de advogado acusado de matar namorada

O Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Bahia (OAB-BA) pediu que a Justiça determine o sigilo das investigações que recaem sobre José Luiz de Britto Meira Júnior, suspeito de matar com um tiro na cabeça a namorada, Kezia Stefany da Silva Ribeiro, de apenas 21 anos, em Salvador, no domingo passado. 

De acordo com o documento, assinado Edgard Freitas, Evelyne Pine, Lorena Machado e Daniel Diniz - todos membros da Ordem - o sigilo deve ser decretado "frente ao caráter midiátio que assola o caso". 

O assassinato despertou interesse da sociedade por se tratar de mais um possível caso bárbaro de feminicídio, envolvendo um advogado criminalista, com forte poder econômico e conexões no Judiciário. 

Ontem, o juiz Horácio Moraes Pinheiro, do TJ-BA, determinou a prisão domiciliar do suspeito. Ele ficará na mesma casa em que, supostamente, cometeu o crime.

Relacionadas

Assista no Youtube

‘Se acontecer, que aconteça da forma tradicional’, defende Tinoco sobre o carnaval

25 de nov - 09h25