Política
Compartilhar

“Populismo eleitoreiro”, diz Mandetta sobre Auxílio Brasil

Por Redação LDNotícias no dia 21 de out - 15h39 | Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

“Populismo eleitoreiro”, diz Mandetta sobre Auxílio Brasil

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, criticou em uma rede social a política fiscal do governo federal. Ele classificou o Auxílio Brasil, sem a previsão de despesas, como uma “demonstração de populismo eleitoreiro”. O ministro da Cidadania, João Roma, anunciou na quarta-feira (20), que o governo iniciará o pagamento do Auxílio Brasil em novembro, com um reajuste médio de 20% sobre o valor do benefício que ficará no lugar do Bolsa Família. 

“Como está sendo feito, o Auxílio Brasil é mais uma demonstração de populismo eleitoreiro. Não de inteligência no combate à pobreza. A transferência de renda será necessária ainda por muito tempo. Mas feita da maneira errada vai trazer mais inflação e penalizar novamente os pobres”, disse o ex-ministro há pouco.

Nesta quinta-feira (21), Jair Bolsonaro (sem partido) reforçou que o novo programa terá valor médio de R$ 400. Mas não informou de onde vai tirar dinheiro para bancar essa nova despesa permanente.

Relacionadas

Assista no Youtube

‘Se acontecer, que aconteça da forma tradicional’, defende Tinoco sobre o carnaval

25 de nov - 09h25