Salvador
Compartilhar

Dia da Baiana de Acarajé é comemorado nesta quinta (25) com programação em Salvador

Por Redação LDNotícias no dia 25 de nov - 13h34 | Foto: Divulgação/IPAC

Dia da Baiana de Acarajé é comemorado nesta quinta (25) com programação em Salvador

O Dia Nacional da Baiana de Acarajé é comemorado nesta quinta-feira (25). Na capital baiana, uma programação especial, promovida pela Associação Nacional das Baianas de Acarajé (Abam), com apoio da Prefeitura, movimenta o Centro Histórico a partir das 14 horas. Com o tema “Todo Axé da Bahia nesse Dia”, as atividades envolvem missa, cortejo com baianas, exposições e apresentações culturais.

Para valorização dos profissionais, símbolos de Salvador e da Bahia, a gestão municipal tem realizado uma série de ações de divulgação e preservação da tradição e atividade da baiana de acarajé. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo de Salvador (Prodetur), promoveu um censo com o objetivo de identificar e mapear as baianas de Salvador e das ilhas.

Iniciada no mês de outubro, a pesquisa contou com um questionário sobre georreferenciamento e gravação dos áudios das entrevistas, com perguntas sobre cor, gênero, raça, renda, situação familiar, tabuleiro e ponto de venda. Foram levantadas ainda as dificuldades e necessidades que elas têm de modo a melhorar os pontos de vendas nas ruas. As informações obtidas estão sendo tabuladas para gerar um relatório, e as baianas ouvidas receberão um kit padronizado para a melhoria das vendas dos produtos.

Memorial

 Inaugurado no ano de 2009, o Memorial das Baianas, localizado na praça da Cruz Caída, no Pelourinho, é um equipamento dedicado à história e à tradição do ofício das baianas de acarajé. Neste momento, o imóvel passa por obras de revitalização promovidas pela Prefeitura, para melhorar e valorizar toda a estrutura degradada com o tempo.

Além de melhorias no espaço, a iniciativa, que conta com projeto elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), prevê o resgate para a exposição permanente da história das baianas, realização de eventos e divulgação da gastronomia regional e dos quitutes. A revitalização do memorial vai incluir novas instalações elétricas e hidráulicas, substituição de toldo, execução de paisagismo, iluminação cênica, serviços de drenagem pluvial e instalações de combate a incêndio. 

A execução da revitalização do memorial está a cargo da empresa G3 Polaris, com supervisão da Seinfra, por meio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop). O investimento total da obra é de R$384,2 mil, oriundos do Ministério de Turismo.

Relacionadas

Assista no Youtube

‘Se acontecer, que aconteça da forma tradicional’, defende Tinoco sobre o carnaval

25 de nov - 09h25